Grua Florestal é um equipamento utilizado para remoção de árvores, configurado com braço telescópio duplo a fim de fornecer longo alcance, podendo o braço ser compacto durante o transporte.

A grua florestal possui mangueiras internas e também coluna, o que diminui os danos e permite que os operadores acessem facilmente as mangueiras para manutenção.

O objetivo do curso consiste em qualificar os participantes nos serviços referentes à Segurança na operação de Grua Florestal para colheita florestal, o profissional que opera equipamentos de Grua Florestal utilizada na colheita florestal de extração de madeira, identificando áreas de extração, classificando toras conforme diâmetro e comprimento derrubando árvores mapeadas, separando a madeira de acordo com sua utilização, utilizam técnicas operacionais compatíveis com as diversas situações de áreas, priorizando as necessidades produtivas com comprometimento, cooperatividade e relações com o grupo seguindo procedimentos de qualidade e segurança.Tem por finalidade oferecer a todos uma operação especifica de movimentação de cargas, utilizando equipamento dentro dos melhores padrões de segurança, inspeção, manutenção e conservação do maquina

Conteúdo Programático

  • Conscientização da importância de estudo do Manual de Instrução do equipamento;
  • Medidas preventivas;
  • Uso de EPI´s;
  • Transporte e deslocamento da máquina de segurança;
  • Riscos e causas de acidentes;
  • Equipamento e características fundamentais;
  • Painel de instrumentos;
  • Símbolos entre outros;
  • Sistemas: Alimentação de combustível, lubrificação, alimentação de ar, arrefecimento e elétrico;
  • Sistema hidráulico: Levantador hidráulico, bitola e lastreamento;
  • Comandos hidráulicos: braço telescópio, lança, rotator, garra, alavancas, pedais, giro joystick Procedimentos de lubrificação;
  • Procedimentos para operação de carga, empilhamento, carregamento e descarga;
  • Componentes: Tipos de caçambas, cargas de operação, implementos, pneus, trem de força e outros;
  • Do posicionamento das alavancas e Pressão de trabalho de cada comando;
  • Atividades Práticas: procedimentos de partida/desligamento, segurança, inspeções gerais; Compartimento do operador;
  • Procedimentos operacional;
  • Fundamentos de terraplenagem para que o participante desenvolva habilidade com proficiência e segurança;
  • A importância do conhecimento da tarefa;
  • Análise de posto de trabalho (levantamento de peso, postura);
  • Consequências da Habituação do risco;
  • Entendimentos sobre Ergonomia;
  • Fator medo;
  • Impacto e fatores comportamentais na segurança;
  • Percepção dos riscos e fatores que afetam as percepções das pessoas;
  • Riscos ergonômicos;

Fale Conosco